Voltar a página inicial

Licenciatura em Gestão Ambiental

O conflito entre o desenvolvimento e a preservação ambiental, o qual vem permeando a discussão na sociedade organizada vem sendo mediado pela Gestão Ambiental. O desenvolvimento de actividades económicas e sociais, utilizando os recursos naturais de forma racional através da aplicação de métodos que garantam a conservação e preservação da biodiversidade, a reciclagem de matérias-primas e redução de impacto ambiental negativo das actividades humanas representam a essência da Gestão Ambiental no desenvolvimento da sociedade. Fazem parte do arcabouço de conhecimentos associados à Gestão Ambiental procedimentos de recuperação de áreas degradadas, métodos para a exploração sustentável de recursos naturais e o estudo de riscos e impactos ambientais para avaliação de novos empreendimentos ou ampliação de actividades produtivas.

O Curso de Licenciatura em Gestão Ambiental tem por objectivo formar profissionais com saberes fundamentados nas ciências da vida, nas tecnologias, nos processos gerenciais, sociais, económicos e políticos, promovendo a qualificação e requalificação de profissionais com competência para compreender e analisar os impactos ambientais, que possibilite a gestão de soluções para prevenção e/ou remediação, visando à melhoria e conservação da qualidade ambiental. De facto, não é hoje possível conceber a Gestão Ambiental moderna e eficaz sem mecanismos internos e externos de avaliação e controlo.

Em face deste quadro de objectivos de aprendizagem, a organização do ciclo de estudos não pode alhear-se destas condicionantes. Daí que o 1º ciclo de estudos seja organizado de modo a fornecer aos estudantes uma visão completa sobre os instrumentos técnico-científicos básicos que podem ser utilizados no exercício das profissões a que o curso dá (ou pode dar) acesso.

Este curso visa também responder às exigências do mercado de trabalho cada vez mais competitivo através de licenciados em Gestão Ambiental para trabalharem no desenvolvimento de políticas, planificação e administração de organizações governamentais, não-governamentais e privadas e com capacidade de realizar pesquisa na vasta área de Gestão Ambiental de modo a contribuir para o desenvolvimento das instituições e organizações que interagem com o público, em prol da boa governação no país.

Competências

Para concluir, com sucesso, a licenciatura em Gestão Ambiental, o aluno deve:

  • Demonstrar compreensão quanto à natureza e significado da evolução do sistema de Gestão Ambiental e das mudanças globais como fenómeno da actividade humana;
  • Revelar conhecimento e compreensão de instrumentos conceptuais e analíticos básicos sobre questões da Gestão Ambiental.
  • Aplicar diferentes conceitos, teorias e métodos à análise de questões teóricas e práticas relacionadas com a história, estrutura e evolução das diferentes áreas do de Gestão Ambiental da sociedade de forma global e reconhecer limites à sua aplicação;
  • Elaborar argumentos lógicos e racionais, sustenta a sua defesa e desenvolve pensamento crítico;
  • Desenvolver capacidades que lhe permite Identificar, recolher, avaliar e operacionalizar informação relevante com origem em fontes primárias e secundárias e proceder à sua aplicação na solução de problemas, com recurso a métodos de análise quantitativa e qualitativa;
  • Revelar autonomia, demonstrar iniciativa e capacidade de organização;
  • Demonstrar capacidade de reflexão sobre o seu processo de aprendizagem e acolher críticas construtivas;
  • Desenvolver trabalho colaborativo, partilhando ideias e responsabilidades;
  • Demonstrar literacia de comunicação, oral e escrita, capacidade de comunicação de informação quantitativa e qualitativa a públicos diferenciados e usar adequadamente tecnologias de informação;

Saídas Profissionais

A licenciatura em Gestão Ambiental é acolhida por uma significativa diversidade de percursos profissionais, nos sectores público e privado e governamental e não-governamental, bem como em diversos tipos de organizações em que se destacam:

  • Gestão Ambiental em Organizações: actuar na gestão estratégica de organizações pautando-se por princípios éticos e pela racionalidade socioambiental;
  • Planeamento conservacionista: da gestão de solos, matas, bacias hidrográficas e outros ambientes naturais e construídos;
  • Gestão de impactos ambientais: identificação e qualificação dos impactos ambientais; compreensão da estrutura e funcionamento do ministério do ambiente;
  • Gestão Ambiental de processos produtivos: minimização da geração e reincorporação na cadeia produtiva de resíduos, rejeitos e subprodutos; optimização do uso de energia;
  • Gestão Ambiental urbana: sistemas, instrumentos e procedimentos de Gestão Ambiental urbana;
  • Planeamento da produção do espaço urbano;
  • Pesquisa em Gestão Ambiental: desenvolver conhecimento básico e aplicado relativo aos diferentes aspectos da Gestão Ambiental;
  • Educação em Gestão Ambiental: nos âmbitos formal e informal; educação ambiental para a cidadania e o consumo conscientes;
  • Certificação e auditoria ambiental: entre outros, o Sistema FSC de certificação de maneio florestal, e os padrões ISO de Gestão Ambiental (série 14000);
  • Gestão de resíduos: classificação de resíduos; abordagens de gestão de resíduos; tecnologias para gestão de resíduos;
  • Manejo e Recuperação de áreas degradadas: manejo e conservação dos solos; recuperação de plantas nativas, planeamento conservacionista;
  • Gestão turística de ambientes naturais: planeamento, gestão e sustentabilidade do turismo em áreas naturais.

Para mais informações, por favor veja o plano de estudos.